Mulheres que alimentam a vida: espaços e tempos formativos da educação, em saberes em Nazaré Paulista (SP)

0
11

O objetivo da pesquisa foi estudar pessoas que trabalham com plantas medicinais, em Nazaré Paulista, buscando responder às questões: com quem e de que forma tais conhecimentos foram aprendidos. A metodologia aplicada foi qualitativa, com entrevistas abertas e semiestruturadas. O estudo pretendeu abordar o procedimento e os conhecimentos que tais pessoas utilizam para atender quem as procuram; identificar as plantas utilizadas e se tais conhecimentos são socializados com outras pessoas interessadas na temática. Considera-se a importância do presente trabalho como forma de registro de uma atividade em extinção, entendendo que tais conhecimentos são necessários para o resgate de uma tradição secular, além de aprofundamento de estudos do material vegetal, em grande parte ainda não sistematizados pelas ciências.

Link Dissertação